Lara acordou no sofá com um cobertor que não se lembrava de ter ido buscar e apercebeu-se de que Sophie o teria posto lá. Decidiu esmerar-se no pequeno-almoço e preparou umas panquecas, limonada e iogurte com morangos, framboesa e mirtilos. Ela nem sabia de onde tinham vindo todas estas frutas, simplesmente apareceram no frigorífico. Sophie de sono leve, levantou e foi à cozinha reclamar o barulho mínimo que Lara fazia. Quando começou a reclamar a soltar as sua fúria reparou na mesa com todas aquelas coisas deliciosas que Lara tinha preparado para elas. «Lara... foste tu que fizeste? Que bom aspecto ok», Lara riu-se pela sua cara babada e sentaram-se a comer aquilo, que era tão bonito quanto sabia. Lara enquanto esboçava um sorriso por ter feito algo delicioso e comestível, logo lembrou-se de Henry e o sorriso desapareceu. Sophie apercebeu-se disso e foi direta ao assunto. «Que se passa Lara? Nunca ficas a dormir no sofá e quando ficas é porque o Castle dá mais tarde e ontem não deu» disse ela a tentar engolir as enormes garfadas de panquecas. Lara não teve escolha se não lhe contar e assim o fez. «O QUÊ? Oh Deus, como ele te fez isso? Estás bem? Quer dizer que otário, se ele se mete outra vez na tua frente vais ver o que lhe faço» , Lara riu-se com as caras de Sophie e tentou acalmá-la, «Ahah calma Sophie, eu saí de lá sem dizer quase nada e ele não deve estar à espera que o perdoe não? Quer dizer, que lata a dele». Continuaram a tomar o pequeno-almoço, conversaram até que decidiram sair com o Ben e o resto do grupo até ao parque de skate. Jay não dormiu durante a noite. Não conseguiu encontrar o sono e ficou a olhar para álbuns antigos. Riu-se como se não se ria há muito, só por ver as palhaçadas, as memórias, os sentimentos, a alegria naquelas fotos. Quando o primeiro raio de sol surgiu na sua janela, adormeceu. Não se lembra com o que sonhou, acordou a meio da tarde e  foi à procura dum café que vendesse tostas de frango. Recebeu uma chamada de Chris. «Jay? Vem ter connosco ao parque de skate, estamos cá todos vai ser divertido» disse. «Já estou a ir, guarda-me um skate». Encontrou um café, depois de entrar em uns 3, pagou, e comeu no caminho. Chegou lá uns 10 minutos depois do telefonema, cumprimentou toda a gente e perguntou quem era a cara nova do grupo, Lara. Os olhares deles cruzaram-se muitas vezes, quase nunca falaram um com o outro, mas o interesse um pelo o outro era óbvia. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

expressa-te:

bright petals.